A sustentável auto-suficiência do amor


Ser sustentável sempre foi um desafio muito bonito e necessário para nossa família. E que, desde o começo, veio com o entendimento de que a sustentabilidade não é apenas um conceito latente, mas sim uma prática constante, quase uma postura, uma ética que se incorpora por realmente acreditar em sua força. Foram e ainda serão uns bons anos para sermos 100% daquilo que queremos e buscamos ser, mas seguimos firmes, um cadinho por dia, cada dia mais.

  

Demos muitos passos curtos até aqui, coisas básicas como aprender a reciclar de forma correta o lixo, reaproveitar alimentos, cuidar da água por amor e não por pressão, respeitar a terra, não consumir insumos de empresas que exploram o meio ambiente e mão de obra escravae mais um tanto de hábitos óbvios que tivemos de trocar para sermos mais condizentes com o que queremos para o mundo e para nossos filhos.

E, nesse bolo, veio também um entendimento super importante, ele que virou a chave e fez com o que conseguíssemos tirar a 'casca dura' de uma vida inteira acreditando que nós e a natureza fôssemos duas coisas distintas. A chave da consciência foi exatamente essa: somos uma coisa só, nós e a natureza. Cuidando dela estamos cuidando de nós mesmos e vice-versa. O que temos dentro é o que vemos aqui fora e o de fora tá aqui dentro. Daí vem a prática do respeito ao outro, sinto que ser sustentável passa por esse caminho também, o bem comum, as relações, as conexões, o cuidado com as pessoas.

Hoje estamos dando nosso passo mais ousado rumo à nossa auto suficiência, o que, pra gente, anda de mãos dadas com o 'ser sustentável'. Com a cara e a coragem decidimos construir nossa própria casa, de barro, com teto verde, banheiro seco, captação e tratamento de água da chuva, reciclagem de resíduos, reaproveitando matéria prima, com pouca grana e muita ajuda de gente do bem que vem nos ajudar a bioconstruir toda semana.

Já são quase 12 meses de obra, mais de 170 mãos e corações voluntários, muito trabalho pesado, um tanto de experiências e novos amigos, aprendizados riquíssimos e alguns bons perrengues também. Fácil não é, mas ninguém nos disse que seria! Além do que, não caberia em nosso estilo de vida construir nosso lar de forma convencional e comprar madeira de desmatamento, encher a terra de cimento, gastar uma nota com tijolos sendo que a natureza é abundante quando sabemos respeitá-la e honrar nosso compromisso de sermos juntos.

Bioconstruir uma casa é para qualquer um que seja a consciência da sustentabilidade e da auto suficiência, basta um bocado de estudos teóricos e mais um tanto de coragem para se desafiar, ao contrário do que muita gente pensa. E uma experiência incrível, a gente acaba aprendendo coisas tão grandes que nunca vão caber dentro da casa, por maior que ela seja. Sinto que a gente só precisa tirar a poeira da crença cultural de que não somos capazes, de que precisamos de gente especializada e materiais caros para morarmos bem. No fundo, a gente só precisa olhar pra dentro e entender a abundância da natureza, a simplicidade das coisas, desconstruir velhos padrões rígidos e sem sentido, isso dá uma coragem e um sentimento de liberdade impagáveis!

Deixo aqui nesse restinho de texto uma lista de links cheios de livros e referências bacanas sobre bioconstrução, caso alguém se interesse. São eles que nos guiam nesse processo todo da Casinha do Amô, torço para que inspire outras pessoas também!

E, pegando o bonde, fica o link da nossa vaquinha virtual. Uma plataforma que criamos para que as pessoas possam participar de longe, caso sintam essa vontade, e nos ajudem a arcar com a alimentação dos muitos voluntários que vêm nos ajudar a fazer desse sonho uma realidade bonita por demais!″

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/alimente-um-voluntario-da-casinha-do-amo

LIVROS DE BIOCONSTRUÇÃO:

- Cob Builders Handbook

http://www.weblife.org/cob/pdf/cob_builders_handbook.pdf

- Building with Earth

http://www.rivendellvillage.org/Building_With_Earth.pdf

- Green Building – Guidebook for Sustainable Architecture

http://library.uniteddiversity.coop/Ecological_Building/Green_Building-Guidebook_for_Sustainable_Architecture.pdf

- Guide to DIY green roofs

http://www.thegreenroofcentre.co.uk/Library/Default/Documents/GRC%20DIY%20Guide%20v2.pdf

*Manu Melo Franco é colaboradora do Projeto Contrafluxo com suas histórias, imagens e sentimentos. Seu blog pessoal é o Notas Sobre Uma Escolha e seu Instagram é @manumelofranco

Comment