E você ? O que faz para viver no contrafluxo?


Muitas pessoas me perguntam: "Então viver no Contrafluxo é sair da cidade grande ir morar no meio do mato?" No começo, eu achava que sim, que os centros urbanos e seu capitalismo selvagem eram os grandes vilões de uma vida mais tranquila.  Claro que viver num lugar de concreto cinza é bem mais deprimente do que viver em meio a natureza. E no caso de cidades como São Paulo, a poluição do ar, da água e do som agravam mais a ainda situação.

Daniel indo todos os dias pro trabalho.

Daniel indo todos os dias pro trabalho.

Depois de algum tempo, eu percebi que existe um monte de coisas que a gente pode fazer no dia a dia para ter uma vida mais calma, mais leve e mais feliz, mesmo morando na grandes metrópoles. Mas sobreviver na selva de prédios, avenidas, viadutos, carros, faróis e sei lá o que mais, existem algumas dicas que podem melhorar bastante a vida de qualquer pessoa que está na urbanidade. Olha só minhas dicas para viver no Contrafluxo na maior capital do Brasil:

1.    Trabalhe com aquilo que te faz feliz

Normalmente passamos a maior parte da nossa vida no trabalho. Então, não faz sentido algum trabalhar com aquilo que não gosta. Melhor é estar sempre fazendo algo que te interessa,  algo que faça sentido par você do que estar apenas batendo o cartão num emprego que só serve para pagar suas infindáveis contas.

2.    Evite passar horas preso no trânsito

Eu sei que por mais que a gente tente fugir do trânsito, uma hora ou outra ele nos pega. Mas sempre que puder, evite cair em suas garras. Elas são afiadas e podem levar qualquer um à loucura. Evite ao máximo os horários de rush e procure sempre caminhos alternativos. Antes de sair, eu sempre dou uma conferida no google maps e no waze para escolher a minha rota.

3.    More perto do seu trabalho

Primeiro porque isso vai evitar de você ficar preso no trânsito. Segundo porque não vale a pena perder grande parte da vida parado ne meio de monte de carros parados.  Então, se você mora longe do seu trabalho, mude de casa ou mude de emprego.  Morar perto te permite percorrer o caminho diário a pé ou de bicicleta. Assim, além de poder observar melhor a cidade e as pessoas e o mundo ao seu redor, você aproveita e já faz sua atividade física.

4.    Faça algum atividade física

Mexer o esqueleto e os músculos, além de fazer um bem enorme à sua saúde, a promove a liberação de endorfina no organismo te proporcionando felicidade e combatendo a depressão – um grande mal dos centros urbanos. Além disso, te deixa mais bonito e mais forte, tanto fisicamente como mentalmente, e pronto para enfrentar o estresse da cidade grande.

5.    Não deixe a pressa e o ritmo frenético da cidade te atropelar

Sempre que possível faça pequenas pausas. Parar, respirar, observar o ambiente de forma contemplativa vai te dar mais força e atenção para seguir no seu dia a dia. Ninguém é realmente produtivo trabalhando por mais de 4 horas seguidas sem parar. O que dirá trabalhando 8, 12 ou até mesmo 20 horas seguidas, como muita gente faze m alguns tipos de emprego. Então

6.   Aproveite as opções artísticas e culturais da cidade

A grande vantagem da cidade grande com certeza são as opções culturais. Em São Paulo por exemplo, existem uma infinidade de atrações gratuitas. Fique ligado na programação da sua cidade. A arte é essencial para a busca de um possível entendimento sobre a vida e a humanidade.

7.    Não fique grudado na frente da TV vendo jornal e novela

Além de atiçar seu medo pela violência urbana, A TV aliena mentalmente e fisicamente. Sabemos que a violência existe. Isso é um fato. Mas ficar o tempo todo vendo o ouvido as notícias policiais só vai te deixar com mais medo ainda. E ficar panicado também não ajuda ninguém a viver bem.

8.    Evite querer o mesmo que todos ao mesmo tempo

As cidades grande são populosas. Em todo lugar, tem muita gente. Então, que tal fazer o contrário do que todos estão fazendo? Se todos vão pro parque no sábado as 16h00, experimente ir as 8h00 da manhã. Sempre existem horários alternativos em que os espaços públicos e até mesmo os privados não ficam tão cheios.

9.    Use seu tempo livre para estar com sua família e amigos

Estar com quem a gente gosta não tem preço. Esteja sempre com seus parentes. Mas, se por acaso, sua família morar em outra cidade, eleja seus amigos como novos familiares . O legal das cidades cosmopolitas é que elas sempre são habitadas por pessoas muito interessantes, como os mais diversos tipos de pensamento. E a urbes acaba sendo um ponto de encontro. Viver e compartilhar dessa diversidade com os seus amigos é maravilhoso. Por isso aproveite seu tempo livre para se divertir com as pessoas incríveis que estão a sua volta.

10.    Medite

As metrópoles transbordam de informações de todos os tipos e as vezes isso nos enche com pensamentos em excesso. Por isso é muito importante você esvaziar a mente, desconectar do mundo e focar apenas em você. Aprender a se ouvir vai ter proporcionar mais autoconhecimento para seguir seu caminho.

11.    Preste atenção nas escolhas que você faz

Sei que muitas vezes é complicado conseguir tudo isso, principalmente numa época de crise e desemprego. Mas a vida é feita de escolhas e a forma como vivemos é uma consequência dos caminhos que decidimos seguir. A todo momento a vida nos faz perguntas e nos dá opções. Então, fique bem atento para não acabar escolhendo algo que não vai te fazer feliz.  

 

 

 

 

Comment